Versos e universos de gentes

 

Nesse momento há milhões de pessoas escrevendo:

Estas mesmas agonias,

Escrevendo esta mesma palavra,

Este mesmo verso

 

Dá até desânimo

Com rima ou sem rima,

Há um verso,

Um universo próprio de um anônimo

São repetidos estes versos

No entanto existem vários universos

 

Parece tudo igual,

Porém o código genético é diferente

E mesmo não querendo,

Em cada verso e em cada palavra própria,

Penso nessa gente