Conterrânea de Roberto Carlos lança Cd

Foto: Ãngela Siemsen

Foto: Ãngela Siemsen

O Américas Bar será palco para o lançamento do mais novo trabalho da cantora e compositora Lunna Caiado. O show “Festejar”, que também dá nome ao disco da artista, acontece no dia 22 de Outubro, Sábado, às 22:00, e traz em seu setlist a marca MPB/Pop, que Lunna carrega em sua trajetória.

O disco “Festejar” contém, além da música-título (que é de autoria da própria Lunna), canções de compositores como Carlos Colla, Maurício Duboc, Macau, Sylvia Patrícia, Patrícia Mellodi, Cecelo Frony e Bete Rovari. Destaque no repertório para a emblemática “Falando Sério”, um dos maiores sucessos na voz de seu conterrâneo Roberto Carlos. Uma forma de homenagear um de seus maiores ídolos.

A melodia é de uma nova voz capixaba de Cachoeiro de Itapemirim-ES, mas sua alma está incorporada ao ritmo carioca desde que aportou no Rio de Janeiro, no início do ano 2000, para se lançar como cantora e compositora, depois de ganhar três festivais de música no Espírito Santo. Em sua caminhada, Lunna conheceu o Maestro João de Aquino, que a incentivou na produção de suas composições e dirigiu seus shows em casas como Mistura Fina e Hipódromo Up. Daí em diante um novo mundo se abriu para a cantora que, aos poucos, foi conquistando com a sua voz em canções da MPB/Pop, ganhou a cidade e seus bares, rodeada de fãs, amigos e produtores musicais. “Lunna tem um estilo próprio, que por vezes lembra a mineira Ana Carolina e Isabella Tavianni, mas sua voz é mais melódica, suave e por ser excelente compositora se destaca, sendo única.  Lunna é uma artista de várias vertentes sonoras, sua voz com um timbre mezzo tem um colorido único que faz a diferença no palco. Em cena é física e marcante”, diz Aquino, fã incondicional da artista.

O cantor e compositor Moraes Moreira, novo parceiro musical de Lunna Caiado, também não poupa elogios à artista. Além de ser uma espécie de ‘guru’, entremeia de conselhos os caminhos traçados por ela.  “Lunna tem um talento nato para compor e uma suave presença de palco”, diz o baiano.

Com um repertório cheio de bossa, ancorado em versões do pop nacional e composições próprias, Lunna tem o frescor da nova safra de cantoras que despontam no cenário da MPB. “Adoro os sambistas da velha guarda, apesar de meu estilo ser mais contemporâneo”, diz Lunna. “Tento mesclar um pouco de tudo o que gosto em meus shows. Lembro-me de que Cazuza, quando iniciou a carreira solo, disse que tinha necessidade de cantar o que gostava, o que lhe dava prazer e de declamar sua própria poesia. Faço das palavras dele às minhas também”, explica a cantora.

Entre outros parceiros e admiradores de seu extenso trabalho, estão Nico Rezende, Nonato Buzar, Tibério Gaspar, João Bosco, Edmundo Souto, Altay Veloso, Ricardo Leão, Mú Chebabi, Mú Carvalho, entre outros.

O Américas Bar fica na Avenida das Américas, 1510, Loja 500, Barra da Tijuca – 2494-5929.

Couvert artístico: R$ 30.

Telefone: (21) 2494-5929.