Espaço na Barra semeia cultura e sustentabilidade

Entrada do Espaço Semear Biblioteca, que fica na Ilha Primeira, na Barra da Tijuca.

Entrada do Espaço Semear Biblioteca, que fica na Ilha Primeira, na Barra da Tijuca.

O espaço chama-se: “Espaço Semear Biblioteca”, fica na Ilha Primeira, na Barra da Tijuca e conta com a curadoria da professora Roberta Ziolli. O site Barra da Cultura visitou o local no dia em que aconteceu o primeiro sarau, dia 25 de Agosto de 2012, que contou com a ilustre presença do consagrado poeta Mano Melo, além do poeta, designer e caricaturista Fábio Fernando.

Roupas são vendidas no espaço

Roupas são vendidas no espaço

O espaço possui um ano e três meses de existência e Roberta, moradora da Urca, explicou que o local possui um projeto de sustentabilidade: “ Livros, e objetos como estantes e cadeiras são retirados do lixo e recuperados para serem usados no espaço, cd´s retirados do lixo são transformados em incensários para serem vendidos aqui.”

Incensários, agendas e cd´s são vendidos no espaço

Incensários, agendas e cd´s são vendidos no espaço

Os livros que lá podem ser encontrados são usados para quem quiser alugá-los para ler gratuitamente. Há ainda a venda de roupas, calçados, brincos e bijouterias.

A professora e curadora do espaço, Roberta Ziolli (no centro) e estudantes da Uni-Rio que trabalham na Espaço Semear

A professora e curadora do espaço, Roberta Ziolli (no centro) e estudantes da Uni-Rio que trabalham na Espaço Semear

O espaço conta com o apóio institucional da universidade Uni-Rio, que cede seus alunos para trabalharem no local. “Eles ganham uma bolsa para trabalharem aqui, com a vantagem de se formarem para a cidadania.”, comentou Roberta.

A professora e curadora do Espaço Semear Biblioteca, Roberta Ziolli. Ao fundo os livros do espaço, que podem ser alugados gratuitamente

A professora e curadora do Espaço Semear Biblioteca, Roberta Ziolli. Ao fundo os livros do espaço, que podem ser alugados gratuitamente

A professora contou sobre o programa: “O que você pode fazer você pode ensinar”, em que a pessoa compartilha do seu tempo e conhecimento.  Ela falou ainda que o espaço tem como objetivo a cultura da solidariedade e um mundo melhor: “Um mundo de paz é possível através do incentivo da leitura, o livro é educação, é a raiz, que vai semear cultura.”

O renomado poeta Mano Melo

O renomado poeta Mano Melo

Barra da Cultura entrevistou o reconhecido poeta Mano Melo, que comentou sobre atividades culturais e saraus na Barra. “Eu sentia muita falta de uma atividade cultural aqui no bairro, não precisa ir para a Zona Sul para ver e consumir cultura, você pode encontrar isso agora na Barra, pois o bairro está começando a ter mais saraus.”, disse, destacando o sarau Performance 8, criado e organizado pela artista multimídia Patrícia Carvalho-Oliveira, “O Performance 8 é um ótimo evento, a Patrícia sempre teve o idealismo de criar um sarau na Barra.” Duas matérias sobre este evento já foram publicadas aqui no Barra da Cultura: “ A Barra é da arte, dos artistas e das performances” e “Convidados do Performance 8 de 20 de Junho”.

Mano possui 12 livros publicados, o mais recente é o de poesia: “Poemas do eterno amor”.  “Esse livro representa a minha libertação das livrarias, em que o autor fica somente com 10% das vendas do seu livro”, disse ele, que comentou ainda que o livro não é somente sobre o amor entre um homem e uma mulher, mas sobre o amor em geral. “É preciso evitar temas comuns como amor e liberdade na poesia, mas agora depois dos 60 anos de idade tive a ousadia de publicar um livro sobre o amor.”

O poeta nasceu no Ceará e mora na Ilha da Gigóia, na Barra. Ele contou que sempre usou o nome de” Cangaceiro elétrico”, como se ele fosse uma editora, em seus livros. Falou ainda sobre Newton Freitas, banqueiro e diretor de um centro cultural em Fortaleza , o Centro Cultural Oboé. “ O Newton apóia bastante o meu trabalho, o lançamento dos meus livros em minhas performances lá em Fortaleza.”, que lembrou ainda sobre uma transportadora de Fortaleza que em uma ocasião o ajudou a transportar dois mil livros seus até o Rio de Janeiro.

Mano apresenta um espetáculo performático chamado: “Mano a Mano”, na “00”, no planetário da Gávea, toda primeira Terça-feira do mês às, 22 hs, porém  no mês de Setembro de 2012 não haverá o evento.

Um poema de Mano sobre a cantora e compositora Madonna já foi transformado em música pela também cantora e compositora Ana Carolina: “Eu comi a Madonna”.

Mano melo declamando um poema no sarau do Espaço Semear

Mano melo declamando um poema no sarau do Espaço Semear

Durante o sarau no Espaço  Semear, o poeta declamou poemas seus já bastante conhecidos pelo público, como: “Sexo em Moscou” e “ Nada vai apagar meu sorriso”. Mano elogiou o sarau: “Tudo aqui é muito singelo, me sinto honrado em estar inaugurando esse evento.”

O designer, caricaturista e poeta, Fábio Fernando, e seus trabalhos

O designer, caricaturista e poeta, Fábio Fernando, e seus trabalhos

Barra da Cultura entrevistou o poeta, designer e caricaturista Fábio Fernando, morador da Ilha Primeira. O poeta possui um livro de poemas chamado: “Anelo”, que é uma antologia de 20 poetas da Oficina Literária da Biblioteca Mário de Andrade, em São Paulo Capital, lançado pela editora Scortecci em 1985.

Fábio Fernando e o mural feito por ele, localizado na Travessa do Ouvidor, no Centro do Rio de Janeiro. Foto: Divulgação.

Fábio Fernando e o mural feito por ele, localizado na Travessa do Ouvidor, no Centro do Rio de Janeiro. Foto: Divulgação.

Fábio  já morou em São Paulo e mora no Rio desde 2001. “ Desde essa época que vim morar aqui, até 2010, quando eu trabalhava na gráfica Velha Lapa, na Lapa, comecei a freqüentar saraus e a conhecer os poetas do Rio”, disse. Suas poesias são existenciais, filosóficas e concretistas. Por seu trabalho de designer e caricaturista, a Associação de amigos da Travessa do Ouvidor, no Centro da cidade, cujo presidente é membro da Rotary RJ Glória, o procurou e fez o patrocínio cultural para Fábio restaurar o antigo mural da travessa do ouvidor, contando ainda com o apoio cultural da Corretora de imóveis Apsa. No mural está um desenho de Fábio representando o famoso instrumentista e compositor Pixinguinha e seus parceiros, em um boteco, que ali foi localizado.

Fábio Fernando e o bailarino, ator e compositor Jorg Rosa (à direita)

Fábio Fernando e o bailarino, ator e compositor Jorg Rosa (à direita)

Barra da Cultura entrevistou também o morador da Ilha Primeira, bailarino, ator e compositor, Jorg Rosa. Fábio, juntamente com a atriz Katia D´Angelo estão com um projeto de uma comédia de stand-up  de crônicas reais a respeito de Jorg. “O espetáculo será sobre os anos em que morei na Europa, sobre conflitos culturais e a situação dos brasileiros nesse continente”, explicou o ator. Caricaturas de Fábio sobre essas viagens de Jorg irão compor o cenário da comédia.

O biólogo e diretor de Associação e Patrimônio do Meio Ambiente da Ilha Primeira, Marcello Melo, esteve presente no sarau e elogiou o evento: “Esse evento é importante pois obteve um público de não poetas.”

Fábio fez uma caricatura de Rafael Poubel e Flávio Santos, do Barra da Cultura, conforme pode ser visto ao lado.

Fábio fez uma caricatura de Rafael Poubel e Flávio Santos, do Barra da Cultura, conforme pode ser visto ao lado.

Fábio fez uma caricatura de Rafael Poubel e Flávio Santos, do Barra da Cultura, conforme pode ser visto ao lado.

O Espaço Semear Biblioteca fica na Rua Marina Dos Coqueiros, casa 8 – Ilha Primeira – Barra da Tijuca (próximo ao Marina Barra Clube). Informações: 8420-1310.

Abaixo um vídeo com os poetas Mano Melo e Fábio Fernando, declamando seus poemas:

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s