Lançamento de livro/cd de poesia que causará ainda muito espanto!

Público do lançamento do livro/cd de poesia falada e em braile: "!Espanto".

Público do lançamento do livro/cd de poesia falada e em braile: “!Espanto”.

Enquanto a Cidade das Artes, segundo o Jornal O Globo,  “encantava  um público de dez mil pessoas com o projeto “Aquarius”, de música clássica, pela Orquestra Sinfônica Brasileira”, em um outro trecho da Barra da Tijuca, no começo do bairro, o lançamento de um livro/cd causava espanto com as mesmas proporções, para um público bem menor, mas que sem sombra de dúvidas em breve alcançará também um maior número de pessoas.  Era o lançamento do livro/ cd de poesia falada e em braile: “!Espanto”, da poeta e produtora cultural Flávia Côrtes, que aconteceu na noite do último Sábado, dia 14 de Dezembro, no “Art e Coffee Bistrô”, na cobertura do prédio comercial Barra Space Center, com uma espetacular vista de cima de uma parte da Barra da Tijuca.

Foto de um trecho da Barra da Tijuca, próximo ao shopping Città América e Downtown, tirada da cobertura do prédio Barra Space, no "Art e Coffe Bistrõ";

Foto de um trecho da Barra da Tijuca, próximo ao shopping Città América e Downtown, tirada da cobertura do prédio Barra Space Center, no “Art e Coffee Bistrô”

Flávia tem 45 anos, escreve desde os 5 e começou a falar poemas em 2008. Ela já produziu uma peça teatral ambientada em uma favela e direcionada para jovens carentes: “A outra paixão”, sobre a paixão de Jesus Cristo.

O projeto do livro/cd começou há dois anos, desde a idéia original até a edição de lançamento. “O projeto passou a ser consolidado realmente quando recebi um e-mail  de uma audioteca para deficientes visuais chamada Sal e Luz, que estavam divulgando o trabalho deles”, contou Flávia.

A poeta e produtora cultural Flávia Cortes e o assessor de cultura e coordenador do Corujão da poesia, João do Corujão.

A poeta e produtora cultural Flávia Côrtes e o assessor de cultura e coordenador do Corujão da Poesia, João do Corujão.

Segundo a poeta, uma multidão se juntou ao projeto: músicos, cineastas, poetas e amigos que não são artistas. “Todos passaram a se sensibilizar e me ajudar com esse trabalho”, emocionou-se ela.

Flávia comentou que para a edição do livro houve um grande trabalho de pesquisa no Instituto Benjamin Constant, que é voltado para pessoas com deficiência visual, e na Biblioteca Nacional. “E as músicas contidas no cd foram todas compostas pelo maestro e compositor André Bessa, um amigo que mora na Suiça”, completou.

O livro/cd de poesia falada e em braile de Flávia Cortes estava à venda no lançamento por R$ 40

O livro/cd de poesia falada e em braile de Flávia Côrtes estava à venda no dia do lançamento por R$ 40

Flávia explicou que o nome do trabalho é uma alusão ao conceito filosófico de Aristóteles, de que “começo de todas ciências é o espanto de as coisas serem o que são”, do poeta Ferreira Gullar, de que a “a poesia nasce do espanto” e  do arquiteto Oscar Niemeyer, de que “na vida o que vale é um espanto”. Ela falou ainda sobre a importância da poesia falada: “Eu acredito na poesia falada, que torna a poesia próxima do cotidiano das pessoas”.

A poeta disse que sua obra, que custa R$ 40, contou com o trabalho de ilustradores, designers e diagramadores. “Cada página é diagramada diferente da outra”, disse.  E comentou ainda que em Janeiro e Fevereiro do ano de 2014 haverá lançamentos da obra em saraus e escolas de deficientes visuais do Rio de Janeiro.

As cineastas Fran Mattoso (à esquerda)  e Joana Sanz.

As cineastas Fran Mattoso (à esquerda) e Joana Sanz.

No lançamento haviam diversos artistas, como as cineastas Fran Mattoso e Joana Sanz, que estão produzindo um documentário sobre o trabalho de Flávia. “A idéia do documentário surgiu na casa da Flávia, onde ela costuma realizar saraus”, disse Fran, que juntamente com Joana e Flávia trabalhou na produção da peça: “A outra paixão”. Ela comentou ainda que pretendem apresentar o documentário em saraus da cidade.

O editor do livro/cd: "!Espanto", Delmo Fonseca, e a poeta Flávia Cortes

O editor do livro/cd: “!Espanto”, Delmo Fonseca, e a poeta Flávia Côrtes, que está segurando o livro da versão em braile.

Delmo Fonseca foi outra pessoa presente no evento. Ele foi o editor do livro/cd, conforme explicou ao Barra da Cultura: “Como editor me propus a ajudar a Flávia, seguir especificações para deficientes visuais. O Instituto Benjamin Constant me informou as gráficas que editaram os livros com as normas de acessibilidade”.  Delmo comentou ainda que o livro atende também pessoas de baixa visão, que não são cegas completamente, e ainda os não cegos, com textos ilustrativos. “E todos os textos do livro foram feitos para dialogarem com as músicas contidas no cd”, completou o editor.

João do Corujão,  assessor de cultura e coordenador do “Corujão da poesia”, esteve no evento. Ele disse que é amigo de Flávia já há cinco anos, quando ela começou a freqüentar o sarau, e comentou sobre o trabalho do “!Espanto” e sobre Flávia: “Esse projeto do espanto possui uma vontade política de alcançar pessoas que não vão a saraus. Tenho muita esperança da poesia falada com o braile. E a Flávia é uma poeta completa, que vai revelar ainda muitas facetas. Ela é uma militante poética, muito engajada na literatura e em arrecadar livros através do trabalho do corujão da libertação dos livros.”

Artistas e não artistas falaram poemas de Flávia no lançamento de "!ESpanto"

Artistas e não artistas falaram poemas de Flávia no lançamento de “!Espanto”

O lançamento contou a apresentação de diversas pessoas, artistas ou não, que falaram poemas de Flávia, além de claro da própria idealizadora do “!Espanto”, que falou seus poemas sozinha e acompanhada de músicas de uma orquestra, formada por Ana Cristina Moura no violino, Elizeu Coutinho no teclado, Sérgio Andrade no baixo e Gallus Bachmann no clarinete. Eles tocaram músicas que estão na obra de Flávia, dentre outras.

A orquestra de músicos que tocou no lançamento do livr/cd de poesia falada em braile.

A orquestra de músicos que tocou no lançamento do livro/cd de poesia falada em braile.

Flávia agradeceu Ana Cristina: “Um agradecimento a Ana Cristina Moura, musicista e amiga, que aderiu ao projeto desde o princípio e cuidou com talento e carinho para que tivéssemos uma orquestra no dia do lançamento.” Ana, que também é poeta, disse que conhece Flávia já há dois anos: “Eu conheci ela no Corujão da Poesia do Leblon”.

 

 

O assessor de cultura e coordenador do Corujão da Poesia, João do Corujão, e a proprietária do "Art e Coffee Bistrô", Márcia Magalhães.

O assessor de cultura e coordenador do Corujão da Poesia, João do Corujão, e a proprietária do “Art e Coffee Bistrô”, Márcia Magalhães.

A proprietária do “Art e Coffee Bistrô”, Márcia Magalhães, disse que o espaço existe há pouco tempo no Barra Space Center, desde Setembro de 2013. “Estamos abertos a receber outros eventos culturais aqui como este de hoje“, convidou ela.

 

 

 

 

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s