Luminando pesquisa, cultura e ação social

Entrada do espaço Lumini Art.

Entrada do espaço Lumini Art.

Esse é o lema do Lúmini Art, no Recreio dos Bandeirantes, que vem se consolidando como um centro cultural para o Recreio e proximidades, e contrariando quem pensa que Barra e Recreio possuem escassez de centros culturais. O espaço, que começou como uma escola de dança em 1994, existe no bairro há quatro anos, a lúmini desde 2000 e o projeto social, de ajudar crianças carentes, há oito anos. Sérgio Machado é o presidente do espaço.

Aula de acrobacia solo.

Aula de acrobacia solo.

O local conta com uma casa de dois andares, 3 salas de aula, espaço para aulas de acrobacia aérea e trampolim, sala de pilates, estúdio de música e um palco, onde são realizados diversos espetáculos.

Atriz Dandara Mariana , que interpreta a personagem TamTam na novela malhação da Rede Globo, fazendo aula de acrobacia aérea

Atriz Dandara Mariana , que interpreta a personagem TamTam na novela malhação da Rede Globo, fazendo aula de acrobacia aérea

Dandara Mariana, moradora do Recreio e atriz da atual temporada de Malhação, na Rede Globo, que interpreta a  personagem TamTam, é uma das alunas do Lúmini ,e no dia em que o Barra da Cultura visitou o local, em Maio de 2012, ela estava tendo seu primeiro dia de aula de acrobacia aérea, mas já havia feito aula de capoeira no local há um ano atrás. “Gosto muito do espaço, aqui é muito aconchegante e o Sérgio é maravilhoso”, elogiou ela. Outro aluno, Cleiton Moraes, também ator e morador da Barra, faz acrobacia aérea e solo há dois meses, conheceu o Lúmini através de amigos e falou sobre o método de Sérgio e sobre as aulas: “A linha de trabalho do Sérgio é muito boa, e as aulas trabalham muito com o físico e mental, concentração e disciplina, deixando você bem disposto o dia todo”.

Sérgio explica que tudo começou quando ele trabalhava como físico no centro brasileiro de pesquisas físicas, na Urca, no Rio de Janeiro.  “Aos poucos, a medida com que fui me envolvendo com a ciência, fui ficando isolado do mundo e voltei a fazer dança para me resocializar e neste processo de contato com a dança, tive a idéia de juntar a física com a dança”, explica. A partir deste processo, Sérgio e mais outras pessoas passam a fazer coreografias que montaram, levando-as para o festival nacional em João Pessoa, na Paraíba. Lá ganham o prêmio de melhor espetáculo de dança e melhor pesquisa da dança. Quando voltam ao Rio de Janeiro, passam a ter diversos compromissos a partir desse festival. Abrem outros festivais, vão para os Estados Unidos e quando voltam para o Brasil, um de seus compromissos é realizar uma temporada no teatro João Caetano, no Centro da cidade. Nessa temporada, doam vários ingressos para instituições que trabalham com crianças carentes para assistirem o espetáculo, e fazem uma pesquisa com essas crianças. E nessa pesquisa constatam que elas se interessam em um dia fazer o que viram no espetáculo. “Isso criou um conflito muito grande em mim, pois eu tinha uma boa ferramenta para ajudar as pessoas e estava dividido entre a dança e a ciência”, comenta Sérgio, que procura o laboratório de políticas públicas da UERJ para transformar o resultado dessa pesquisa em projeto para ajudar essas crianças, para fazer um trabalho social e também na área educacional. A partir daí, ele monta o projeto e abre a associação em 2000, porém se deparando com a falta de recursos para prosseguir. “Então eu passo a engavetar tudo, me aprofundando na pesquisa da mistura de dança com física, para poder ganhar mais público e notoriedade e consequentemente ganhar mais dinheiro para financiar essa iniciativa social”, disse ele. Em 2003, Sérgio é convidado para dirigir um teatro e uma academia, quando nesse processo de direção aparecem trinta crianças de uma comunidade para conhecer o teatro. Ele então as convida para fazerem as aulas. Seis meses depois já passam a ter  seis professores, dando alimentação e transporte para elas, com recursos vindo da academia. Porém, quatro anos depois são convidados a se retirarem dali e alugam a casa no recreio. “E a idéia é continuar com o que fazíamos: dar aulas para quem pudesse pagar e destinar toda a verba e receita para pessoas de comunidades carentes. Passamos a ajudar crianças carentes de comunidades de Vargem Grande e do Terreirão, no Recreio. E aí nosso trabalho começa a ganhar respeito, nos transformamos em ponto de cultura da secretaria Estadual de Cultura e do Ministério de Cultura e em 2011 fechamos uma parceria com o Ministério de Ciência e Tecnologia”, explica Sérgio, completando que ainda possuem parceira com a prefeitura do Rio de Janeiro, Casa da Ciência, Sociedade Brasileira de Química, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, e Visagio, empresa de Engenharia de Gestão.

Sérgio contou também que atores profissionais e alunos do Lúmini produziram um vídeo que é um espetáculo musical, uma história de natal, a história de Jesus Cristo nascido em um lixão: “O caminho de luz”. O vídeo já está indo para o youtube e desejam vender o espetáculo até o final do ano de 2012, para o natal. “Além desse espetáculo, estamos buscando um dramaturgo, um bom roteirista e um compositor para montarmos outros espetáculos musicais”, disse Sérgio.

O espaço Lúmini oferece atividades de ballet clássico, sapateado americano, hip hop, dança contemporâneia, acrobacia aérea, acrobacia, capoeira, música, pilates, acunputura e teatro. O Lúmini art fica na Rua Almirante Ary Rangel, 521, no Recreio e o telefone para contato é: (21) 2437-7789.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s